segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Acorda PORTO...

Boa tarde a todos.
Depois do que se passou nos Barreiros, em que a nossa equipa saiu derrotada, leva-me a pensar e reflectir sobre muitas coisas.
Na passada Quarta-feira, quando o nosso clube se deslocou a Braga para disputar um jogo com o Sporting local para a Taça da Liga e aconteceram aquelas incidências todas, muita coisa me passou pela cabeça, principalmente quais seriam as reacções dos nossos dirigentes e jogadores àquilo tudo.
As primeiras reacções foram sem duvidas as melhores, com Pinto da Costa e Lopetegui a dizerem publicamente que tinham orgulho naqueles jogadores. 
Mas, depois de terem dito aquilo, as segundas reacções deveriam ter sido diferentes, principalmente pela parte do NGP, nomeadamente, devia ter colocado os "nomes nos bois" e dito as coisas de forma clara, ou seja, que fomos roubados, que o arbitro prejudicou-nos, etc, etc, e não continuar com o discurso de que "estou muito orgulhoso, quem tiver vergonha que a tenha, quem não tiver que não a tenha", depois de tantos anos, ainda não aprendeu que eles não têm vergonha nenhuma e que a maior prova está à vista com o que se tem passado neste campeonato?
Será que já não tem condições para gerir o nosso clube?
Muito pouco portanto.
Depois disso, o que se esperava era que tivéssemos ganho uma equipa, que nos Barreiros, os jogadores entrassem com tudo, que os jogadores adversários nem sequer conseguissem respirar, até porque já desde à muito que é sabido que são o clube satélite do nosso inimigo, com declarações publicas do gajo do guardanapo em que disse que nada faria para impedir o nosso inimigo de ser campeão, depois de na jornada passada os jogadores terem fingido que jogaram contra o nosso inimigo, num jogo em que claramente lhes "abriram as pernas", qual foi a atitude da nossa equipa?
Algo vai mal no reino do Dragão.

Não sou de desistir, nunca o fui e não serei agora e por isso, enquanto matematicamente for possível eu vou acreditar e apoiar, mas sejamos sinceros e honestos, este já está perdido.
Por tudo o que se passou na primeira volta, (colinho), que lhes deu uma boa margem de manobra/avanço, é verdade, mas devíamos ter feito muito mais, porque a nós não nos basta sermos melhores, temos que ser muito melhores.
Agora com nove pontos de avanço, o nosso inimigo nunca mais perde essa vantagem que a nossa equipa lhes ofereceu.
Alguém se esqueceu de explicar a alguns jogadores e ao treinador o que é SER PORTO, como realmente tratam o nosso clube neste triste país dominado pelo centralismo, só isso bastaria para terem outra atitude em todos os jogos.
Vamos continuar a ser roubados, vamos.
O nosso inimigo vai continuar a ser levado ao colo, vai.
O nosso clube vai continuar a ser desprezado pelo centralismo e pelo jornalismo de m€rd@, vai.
E por isso tudo e muito mais é que o nosso clube tem sido o melhor, porque nunca nos deram o devido valor e por isso sempre lutamos contra tudo e contra todos e por isso vencemos mais vezes.
Os adeptos têm feito a sua parte, têm apoiado a equipa de forma inequívoca e também por nós eles deviam lutar ainda mais.
Nunca desistiremos e se tivermos que perder fá-lo-emos de cabeça levantada e nunca de joelhos, mas precisamos que a nossa equipa nos ajude a ter forças para continuar.

Não foi sobre este jogo, mas as palavras de António Oliveira estarão sempre actualizadas.

Amigos lutaremos, mas sem grandes esperanças.

Cumprimentos Portistas.



   

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

O fim antes do início...

   Boa tarde a todos. 
   Depois de algum tempo de interregno, espero que este seja o retornar de forma definitiva às nossa lides "blogueiras". 

   O tema que hoje trago até vós é o seguinte: Acabei de ler no "jornal" Correio da manhã, edição online, que, o que se passou no jogo da ultima jornada entre o benfica e o Belenenses, nomeadamente sobre a não utilização dos jogadores Miguel rosa e Deyverson, por parte do Belenenses estará sobre uma possível investigação.
   Segundo noticia a mesma fonte, já terão sido dadas ordens, para que essa mesma investigação comece, mas para que esta avance será necessário que algum clube da liga faça uma denuncia.
   Acredito que nos estatutos esteja escrito que terão que estar reunidas estas condições (queixa formalizada por outrem), para que o processo avance, mas agora questiono eu, porque raio está a liga a iniciar a investigação se esta depende de queixa?
   Outra das coisas que me mete confusão, prende-se com o facto dos órgãos competentes da Liga saberem que este tipo de situações que suspeitam que tenham acontecido são proibidas, porque é que não se inicia automaticamente a investigação.
   Depois de muita gente ter falado que esses mesmos jogadores não jogaram, ao ponto da claque do clube Os Belenenses, se ter sentido indignada, pelo tal acordo verbal dos dois presidentes, o que vai contra as regras e contra a tal "verdade desportiva", porque é que não se punem os infractores.
   Seja qual for o desfecho desta pseudo-investigação, eu, como "vidente" informo já qual será o veredicto final, e, assim sendo será a punição para os infractores igual a zero, ou não fosse um dos intervenientes o clube do regime e dos atropelos à "verdade desportiva", que faz o que quer e bem lhe apetece sem que ninguém diga e/ou faça rigorosamente nadinha.
   Como tal caros amigos, já sabemos o fim antes do inicio.

Nota: Como é que é possível, o Sr. Presidente do Clube de Futebol Os Belenenses ter sido galardoado com um Dragão de Ouro?

Nós, só queremos que seja reposta a "verdadeira verdade".

Cumprimentos.

sábado, 26 de abril de 2014

Amanhã, por nós, pelo Porto, mas acima de tudo por Ele...

Faleceu ontem o "Professor Bitaites".

O Professor Bitaites, como era carinhosamente conhecido, foi uma figura ímpar do futebol português, e sobretudo do FCPorto.

Trabalhou com José Maria Pedroto, foi preparador físico dos dragões em diferentes épocas, passou também pelo Boavista e fez ainda parte da equipa técnica da seleção nacional com António Oliveira.

Nasceu a 8 de setembro de 1940 na Sé, em Bragança, Hernâni Gonçalves tinha 73 anos.

Para além de homem do futebol, foi também professor e vereador da Câmara Municipal do Porto, na era de Fernando Gomes.

Hernâni Gonçalves estava em coma, depois de uma cirurgia ao coração, tendo acabado por não resistir ao débil estado de saúde.

Professor amanhã espero dedicar-lhe a vitória.

RIP professor…