quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

A caminho do sonho VIII...




O FC Porto garantiu o primeiro lugar no Grupo L da Liga Europa, depois de bater o Rapid Viena por 3-1. Falcão, com 3 golos, brilhou no manto branco de Viena.
O Rapid até marcou primeiro, num lance em que Helton não fica isento de culpas, por Trimmel, aos 39 minutos.
Três minutos depois, os “dragões” responderam, quando Falcao surgiu isolado e bateu o guarda-redes Hedl. Era o primeiro remate decisivo do colombiano, numa tarde em cheio no estádio Ernst-Happel.
No segundo tempo André Villas-Boas colocou Ukra no lugar do apagado Varela. O FC Porto melhorou e começou a dominar com mais autoridade o jogo.
No entanto, apenas aos 85 e 88 minutos o poderio atacante foi alcançado devido aos golos de Falcão. Nota também para Hulk, Moutinho e Guarin, que secundaram do melhor modo a bela actuação do colombiano. E o FC Porto continua invicto na temporada…
No outro jogo, o Besiktas derrotou o CSKA Sófia fora de casa por 2-1 e também garantiu a sua qualificação. Quaresma esteve no banco de suplentes.

4 comentários:

  1. Meus amigos portistas nem tudo foi fácil algumas contrariedades iniciais, mas quem tem Falcão tem tudo, valeu pela luta no terreno, ganhou quem mereceu sem qualquer sombra de dúvida. Apenas um reparo negativo no mau entendimento que Otamendi tem com Helton, claramente e urgentemente a necessitarem de aprender a falar porto guês, seus totós.

    Cumprimentos,
    ultrasfcportomatosinhos

    ResponderEliminar
  2. Realmente não foi um jogo bonito, viu-se o FCP a tentar e a conseguir a espaços trocar a bola, que é a nossa forma de jogar esta no nosso adn ... quando muita gente apostaria no jogo directo.
    E mais uma vez fomos bravos lutamos ate ao fim e ganhamos com toda a justiça, no Pratter palco onde começamos as conquistas internacionais!!!

    um abraço

    http://www.fcportonoticias-dodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Bom dia,

    Falcao foi um "El Tigre" nas neves de Viena.

    Linda vitória, exibição guerreira, épica, não pela valia do adversário, mas sim pelas adversidades do terreno do jogo.

    Gostei muito da atitude guerreira da equipa, estes rapazes merecem o apoio de todos nós portistas.

    Bravos as centenas de adeptos que se deslocaram a Viena.

    Em Viena recordamos, não só a vitória dos campeões europeus, mas também a vitória estoica dos heroís de Tóquio aquando da conquista do primeiro titulo de campeões do mundo.

    Foi uma noite de lindas recordações que faz de nós portistas os adeptos mais orgulhosos do mundo!

    Abraço

    Paulo

    http://pronunciadodragao.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Quem ganha em condições tão adversas, como estas, merece todos os elogios.

    Esta equipa mostrou a sua raça e demonstrou estar preparada, técnica, física e animicamente para actuar em todo o terreno.

    Um abraço

    ResponderEliminar

Golaço marcado por...